:) BLOG

FIQUE POR DENTRO DE TUDO O QUE ACONTECE NA MICROLINS E PELO MUNDO

06 de setembro de 2016 • 11h38 • atualizada 06 de setembro de 2016
Concurso Público: aprenda a fazer um mapa mental e estude com mais eficiência

Concurso Público: aprenda a fazer um mapa mental e estude com mais eficiência

Concursos públicos

Você já ouviu falar da técnica de desenhar mapas mentais para auxiliar a memorização dos conteúdos nos concursos públicos? Caso você não conheça ainda essa técnica, ela consiste em traçar diagramas voltados para a gestão de informações, compreensão e solução de problemas.

Parece complicado, mas para que você entenda como essa tática pode otimizar seus estudos e ajudar você a alcançar seus objetivos, a Microlins ensina como utilizar os mapas mentais para estudar para concursos públicos. Confira:

O que é um Mapa Mental?

O mapa mental é uma maneira de organizar pensamentos, ideias e qualquer tipo de informação de maneira a torná-la mais fácil de ser entendida e memorizada. A metodologia foi criada pelo inglês Tony Buzan com o objetivo de tornar dados pulverizados no meio corporativo mais compreensíveis.

Dessa maneira, é possível entender melhor os contextos, ilustrar as ideias e tomar decisões mais assertivas. Isso é possível graças à maneira como o mapa mental organiza essas informações: partindo de um ponto central do qual irradiam os assuntos relativos a esse ponto.

Para quem está estudando para concurso, a metodologia pode ser um grande diferencial na memorização. Ao colocar as informações em um esquema facilmente compreensível, o cérebro consegue conectar os assuntos e assimilar melhor o conhecimento.  

Benefícios do mapa mental para estudos de concursos públicos

Uma das maiores dificuldades de quem está estudando – seja para concurso, vestibular ou qualquer outro fim – é lidar com os temidos “resumos”. Eles são uma boa ferramenta, mas exigem um alto nível de concentração, uma vez que normalmente são grandes e complexos blocos de texto.

Os mapas mentais também funcionam como uma espécie de resumo, mas com o diferencial de possuir uma visualização simplificada. Veja alguns benefícios do mapa mental:

•    Agilidade para confecção: é muito mais rápido e eficiente criar um mapa mental do que um resumo.

•    Facilidade de revisão: se você ainda não revisa os conteúdos que estuda é preciso ficar atento! A revisão é uma parte extremamente importante dos estudos para concurso e ler longos resumos é muito mais chato (e demorado) do que revisar a matéria utilizando mapas mentais.

•    Estudar ativamente: ao fazer mapas mentais você sai da passividade dos estudos (ler, assistir aulas etc.). Essa ativação é importante para tornar a rotina mais agradável e os objetivos mais próximos.

Como fazer um mapa mental?

Existem diversas formas de se fazer um mapa mental, desde uma folha branca e canetinhas coloridas até sites e softwares de computador específicos para essa finalidade. Como sabemos que cada pessoa prefere estudar de uma maneira, confira o passo a passo:

1 - Comece sempre pelo centro: a partir do tema central, crie ramificações para as bordas com os assuntos subsequentes. É importante lembrar que quanto mais longe do centro, mais fina deve ser a linha que liga os pontos.

2 - Utilize imagens e cores: as imagens são capazes de representar mais para nosso cérebro que palavras ou expressões. Uma boa dica é utilizar uma imagem para o tema central. Já as cores servem para ilustrar a distância de um determinado ponto do centro ou outras variações específicas.

3 - Tudo conectado! Nunca deixe informações soltas em seus mapas mentais. Elas devem estar interligadas em uma hierarquia que parte do centro rumo às bordas.

4 - Utilize apenas expressões curtas ou uma palavra: o ideal para montar seu mapa mental é utilizar apenas uma palavra por ramo. Não utilize frases ou expressões muito grandes, pois isso certamente prejudicará sua compreensão. É claro que existem casos e casos e isso nem sempre é possível, mas essa simplificação é extremamente recomendada.

5 - Revise o conteúdo mais de uma vez e otimize seu mapa: não é porque você acabou o mapa que ele está perfeito. Revise o conteúdo, compartilhe com professores ou colegas e busque criar um material eficaz! Lembre-se que os mapas mentais serão uma importante ferramenta na hora da revisão!

Utilize essa tática sempre que precisar memorizar conteúdos complexos. Comece criando mapas mentais para os temas que tem mais facilidade. Assim que a sua técnica estiver mais apurada, passe para as matérias com as quais tem maior dificuldade. Você certamente sentirá uma grande diferença!

Veja um pequeno exemplo de um mapa mental

Criando um mapa mental - Exemplo

Estude na Microlins!

Dê seu primeiro passo para o futuro. Acesse já o site da Microlins e confira os cursos preparatórios para concursos, com aulas flexíveis, materiais atualizados e videoaulas ao vivo para todo o Brasil. Seja um vencedor e conquiste a tão sonhada vaga no serviço público. Venha para a Microlins!

COMENTÁRIOS

ESCOLAS

Procure a Escola Microlins mais perto de você!
©Microlins Todos os direitos reservados.
Avenida Bady Bassit, 4960 São José do Rio Preto - SP
Move Edu
Move Edu