:) BLOG

FIQUE POR DENTRO DE TUDO O QUE ACONTECE NA MICROLINS E PELO MUNDO

24 de abril de 2020 • 09h47 • atualizada 24 de abril de 2020
 As mudanças no ambiente de trabalho da Geração Z

As mudanças no ambiente de trabalho da Geração Z

Mercado de Trabalho

Uma das mudanças mais notadas desde que a geração Z (os nascidos entre 1995 e 2010) entrou no mercado de trabalho é a maior importância em entregar um bom resultado em vez do controle do modo de trabalhar do funcionário. Aos poucos, a divisão entre vida pessoal e profissional também está sendo desconstruída, além da mudança na jornada de trabalho, já que os profissionais da geração Z são caracterizados pelo trabalho desempenhado.

Além disso, trata-se de uma geração muito comunicativa e menos apegada ao material, dando mais importância às experiências reais. São os chamados “nativos digitais”, que cresceram nos primórdios do uso de tecnologias nos ambientes de trabalho e estão extremamente familiarizados com elas. Com o ideal de economia criativa, os futuros negócios - que receberão esses profissionais - surgirão de ideias simples, mas com muita criatividade para solucionar questões da sociedade atual. Quer saber mais sobre as mudanças no ambiente de trabalho da Geração Z? Confira o texto!

Trabalho em coworking

Os profissionais da Geração Z consideram o trabalho parte da vida pessoal e de sua personalidade. Muitos deles querem compartilhar ideias e espaços com outras pessoas da mesma idade, por isso há o conceito de coworking. Claro que ele pode ser frequentado por profissionais de qualquer idade, mas é um espaço de trabalho coletivo, criado principalmente para que o processo de trabalho da Geração Z tenha andamento.

Novos modelos de negócio

Os jovens profissionais da Geração Z aproveitam as oportunidades do mercado atual e das gerações que vêm por aí para empreender, sempre focados no futuro. Esses novos negócios focam principalmente em organizar experiências relacionadas às marcas digitais e produzir conteúdos em redes sociais em massa para alcançar o público desejado. Além disso, a construção interna dessas novas corporações é direcionada a atender, da melhor forma, o que a equipe precisa. Algumas grandes empresas já têm essas áreas, como Google e Facebook.

Quando o assunto é o controle do trabalho dos funcionários, a preocupação é menor, já que os profissionais da Geração Z têm consciência de que se eles não realizarem determinada tarefa, não há o resultado geral para a empresa. Nesse novo ambiente de trabalho, a qualidade do funcionário está relacionada aos resultados entregues e não tanto ao processo. Por isso, muitas empresas dão mais liberdade e conforto, já que enxergam melhores resultados, com mais criatividade e autenticidade. 

O mundo digital

A Geração Z encontrou uma fonte de renda no YouTube, que gerou muitas produtoras e agências especializadas em produzir conteúdos na plataforma. Ou seja, é uma geração trabalhando para a própria geração. Não é surpreendente que essas pessoas tenham um ambiente de trabalho nada tradicional - que possibilita a comunicação direta entre os diversos profissionais - e que, mesmo com formações distintas, conheçam um pouco de tudo para que os projetos tenham um bom resultado. Com isso, também surgem relações pessoais entre elas. 

Nova cultura nas empresas 

Os novos ambientes dos escritórios cativam mais os profissionais, já que têm um clima mais agradável, divertido e livre para novas experiências e aprendizados, para inovação de ideias e soluções, além de darem mais flexibilidade ao modo de trabalho. A cultura profissional que satisfaz os funcionários e que é criada por eles mesmos é um ponto muito importante para criar uma identidade empresarial forte.

Além disso, fatores como happy hour, possibilidade de trabalhar em home office, ambientes descontraídos e horários flexíveis são requisitados pelos novos profissionais, e surgem cada vez mais nas empresas para os funcionários desempenharem as suas funções da forma que acharem melhor, priorizando a qualidade do resultado. 

Uma nova característica é olhar o funcionário como indivíduo, e não apenas pela sua capacidade como trabalhador. Os valores da empresa e do funcionário devem estar alinhados, já que o trabalho agora é uma extensão da vida pessoal.

Inovação no tradicional

Os ambientes mais tradicionais também estão se adaptando à nova geração, ficando cada vez mais flexíveis e inovadores. Alguns exemplos disso são os open offices, de estilo horizontalizado, e o dress code mais simples, além da possibilidade de trabalho em home office e de licença paternidade. Escritórios também estão adotando espaços com cadeiras e videogames, para oferecer momentos para relaxar, e espaços disponíveis para realizar happy hours, além de abolir as salas, substituindo-as por mesas de coworking e por lugares compartilhados, como já explicamos, deixando de lado a hierarquização. Dessa forma, a equipe pode ficar mais integrada e eficiente. 

Gostou de saber as principais mudanças que estão acontecendo e que serão mais frequentes nos ambientes de trabalho da Geração Z? Acompanhe mais novidades do mercado de trabalho em nosso blog!

5 dicas para fazer uma apresentação on-line

Trabalho remoto: como se dar bem trabalhando em casa?

Capacite-se na Microlins!

Conhecimento transforma o mundo! Os cursos da Microlins ajudam a impulsionar seu futuro de sucesso. Procure a unidade mais próxima e prepare-se para ir além.

COMENTÁRIOS

ESCOLAS

Procure a Escola Microlins mais perto de você!
©Microlins Todos os direitos reservados.
Avenida Bady Bassit, 4960 São José do Rio Preto - SP   |   (17) 3214-8699
Move Edu
Move Edu