:) BLOG

FIQUE POR DENTRO DE TUDO O QUE ACONTECE NA MICROLINS E PELO MUNDO

12 de fevereiro de 2019 • 11h06 • atualizada 12 de fevereiro de 2019
O que é preciso saber para fazer um aplicativo?

O que é preciso saber para fazer um aplicativo?

Tecnologia

Ao entrar em uma loja on-line de aplicativos, é possível encontrar uma série de apps para as mais diversas funcionalidades. Games, editores de fotografia e vídeo, redes sociais e até aplicativos que ajudam a organizar a rotina. Mas, apesar das inúmeras opções, alguns usuários estão dispostos a tirar suas ideias do papel e desenvolver o seu próprio aplicativo. Aqui, nós explicamos tudo o que você precisa saber para se transformar em um desenvolvedor de sucesso. Confira!

Conheça o SDK

Antes de ter novas ideias para o seu aplicativo, é necessário dedicar um tempinho para estudar o Software Development Kit, conhecido popularmente como SDK. É esse o conjunto de ferramentas que garante ao desenvolvedor a estrutura necessária para tirar o app do papel.

Nele, é possível encontrar todas as informações necessárias para desenvolver um aplicativo, já que o material inclui os parâmetros que devem ser levados em consideração durante o processo de criação. O SDK traz temas básicos, mas essenciais no processo, como sintaxes, declaração de variáveis e exemplos de códigos que podem ser utilizados.

Escolha um sistema mobile

Como você já imagina, o primeiro passo para desenvolver um novo aplicativo é dominar os conhecimentos de programação e de programação orientada para objetos. Depois de tirar os códigos de letra, é hora de decidir em qual sistema operacional você deseja desenvolver sua ideia.

A verdade é que para cada tipo de sistema mobile é necessário escrever um código baseado em uma linguagem de programação diferente. No caso dos sistemas Android, é necessário usar a linguagem Java, enquanto os desenvolvedores interessados no sistema do Windows Phone devem escrever os códigos em C#. Já no caso dos profissionais que preferem o sistema iOS, é necessário usar a linguagem Objective C.

Vale lembrar ainda que para programar é necessário usar um Integrated Development Environment, ou Ambiente Integrado para Desenvolvimento de Software, em tradução livre. Cada desenvolvedor deve pesquisar e compreender qual IDE proporciona a melhor estrutura para escrever seu código.

Conheça o seu público

Além dos conhecimentos técnicos, o ponto de partida para o desenvolvimento de um aplicativo é ter uma ótima ideia. Antes de planejar o código do seu app, é importante pensar em quem é o seu público-alvo e qual é o diferencial que você irá oferecer.

Atualmente, existem milhões de aplicativos disponibilizados no Google Play e na Apple Store, por isso vale estudar outros aplicativos disponíveis para entender quais as funcionalidades que eles oferecem e como você pode se destacar. Para tanto, é importante questionar-se sobre qual a missão do seu aplicativo, como ele deve se apresentar e de quais maneiras ele poderá ser rentabilizado no futuro.

Desenhe o seu app

Depois de entender qual o diferencial do seu app, em qual sistema você irá desenvolvê-lo e qual será a linguagem, é hora de pensar em desenhá-lo. O design de um aplicativo não é apenas sobre como ele se apresenta ao usuário, mas também sobre como ele irá utilizá-lo. Por isso, o processo de desenvolvimento também envolve a criação do design das telas e a reflexão sobre a maneira como uma tela deve interagir com outra.

Nessa etapa, desenhar um storyboard do seu app é essencial. Esse pequeno “roteiro” irá ajudar você a compreender qual será a experiência do usuário e quais recursos são importantes ou não para a navegação. Na sequência, você pode dar continuidade ao processo de design do seu app ou, caso preferir, pode contratar um designer para desenvolver as artes necessárias.

Teste e crie seu backend

Agora que você já desenvolveu as telas do seu aplicativo, é hora de testá-lo. Peça para que amigos ou colegas avaliem seu app de maneira honesta e compreenda quais são os pontos que você deve rever. Nessa etapa, é fundamental compreender a importância do estudo e da lapidação das suas ideias.

Após o refinamento, é hora de dar atenção aos instrumentos que garantem lógica e sustentação ao projeto: o backend. É importante conhecer os fundamentos envolvidos no esboço dos seus servidores, diagramas de dados e APIs, por exemplo. Assim, é possível identificar limitações técnicas e solucioná-las ainda durante o processo de desenvolvimento do protótipo.

Aqui, é importante ter em mente que é necessário saber revisar e reformular seu app de acordo com as necessidades do projeto, certificando-se da qualidade e do bom desempenho do seu produto.

E você, está pensando em desenvolver o seu próprio app? A Microlins pode te ajudar a impulsionar seu futuro de sucesso como desenvolvedor! Em nosso curso de desenvolvimento de app você irá aprender a trabalhar com tudo que você precisa para criar seu próprio aplicativo! Procure a unidade Microlins mais próxima de você e prepare-se para ir além!

COMENTÁRIOS

ESCOLAS

Procure a Escola Microlins mais perto de você!
©Microlins Todos os direitos reservados.
Avenida Bady Bassit, 4960 São José do Rio Preto - SP   |   (17) 3214-8699
Move Edu
Move Edu