:) BLOG

FIQUE POR DENTRO DE TUDO O QUE ACONTECE NA MICROLINS E PELO MUNDO

14 de dezembro de 2018 • 15h40 • atualizada 14 de dezembro de 2018
Como lidar com os conflitos no ambiente de trabalho

Como lidar com os conflitos no ambiente de trabalho

Mercado de Trabalho

Conflitos pelos mais variados motivos são comuns no ambiente de trabalho, visto que a convivência entre várias pessoas rende embates de ideias e de pontos de vistas. Enquanto contribuem para a melhora do nível do trabalho realizado, as discussões são positivas e devem ser incentivadas. Porém, quando a questão sai da alçada profissional e se transforma em um problema de relacionamento, é preciso agir com mais atenção, seja você gestor, seja você um funcionário envolvido diretamente no conflito.

Enquanto gestor

Primeiro você precisa mensurar o conflito. Se nas reuniões estratégicas ou durante a realização de projetos sua equipe apresenta um intenso debate de ideias, está tudo bem, contanto que as discussões não assumam um tom acalorado e desrespeitoso. Caso isso aconteça, procure esfriar os ânimos e dar um tempo para que ambas as partes se acalmem, e só depois retome as conversas.

Agora, se chegar até você um conflito que ocorreu longe dos seus olhos, é hora de gerenciar a situação e contorná-la a fim de não atrapalhar o funcionamento do setor nem deixar os funcionários desconfortáveis. Para resolver isso, você pode seguir algumas dicas, como:

Ouça as duas partes

Ouça o que cada uma das pessoas envolvidas no conflito tem a dizer sobre a situação. Você pode agendar reuniões separadamente para que elas não se sintam desconfortáveis em fazer suas considerações na frente dos colegas. Escute tudo com bastante atenção e, se for possível, fale também com outros funcionários não ligados diretamente ao problema, mas que presenciaram o ocorrido.

Identifique as causas do conflito

Após ficar a par da situação ouvindo os envolvidos, você conseguirá entender as motivações do conflito, o que pode ser desde uma simples discordância em algo até problemas pessoais mais graves. Com essas definições mais claras, você saberá mediar a conversa entre as partes e propor soluções que possam apaziguar os ânimos.

Estimule o diálogo

Agende uma reunião entre os funcionários e deixe que cada um fale - de maneira respeitosa e calma - aquilo que quer dizer ao outro. Lembre-se de que, ao menos que seja uma situação mais tensa, como preconceitos e agressões morais, você não deve tomar partido da situação para nenhum dos lados.

Proponha soluções

Após ambas as partes se expressarem, é sua missão convergir a conversa para um fim de concordância. Proponha mudanças de comportamento ou de processos para que ambos saiam satisfeitos e não voltem a entrar em conflito.

Acompanhe a situação

Após toda a realização da intermediação, procure acompanhar por um tempo se realmente o conflito foi solucionado. Perceba que isso não é uma “perseguição” aos funcionários conflitantes, mas sim um modo de se certificar de que está tudo correndo bem, e nem a empresa nem as próprias pessoas estão passando por problemas.

Conflitos recorrentes

Caso um conflito entre as mesmas pessoas volte a acontecer, é o momento de desprender um olhar mais cuidadoso à situação. Pode ser que haja elementos que você não percebeu da primeira vez e precisará descobrir agora. Se a situação extrapolar muito o controle, você pode pensar em ações mais firmes, como realocação de funções.

Enquanto parte do conflito

Seja em relação aos processos de realização do trabalho, seja até mesmo em relação a pontos de vista sobre a vida, é comum que você tenha divergências com os seus colegas da empresa. Porém, você não pode deixar que se transforme em um conflito desgastante que atrapalhe a produtividade e o conforto de ambas as partes. E, caso isso ocorra, também é preciso tomar algumas medidas, como:

Mantenha-se sempre calmo

Mesmo quando estiver discutindo com algum colega - pelos mais variados motivos - mantenha a calma e não deixe que o estresse suba à cabeça. Quando você sucumbe ao nervosismo, fala coisas que não deve e só deixa a situação mais tensa. Com tranquilidade é possível manter as coisas sob controle e não extrapolar no tom da discussão.

Não leve as coisas para o lado pessoal

Os embates no ambiente de trabalho são profissionais e devem ser tratados dessa maneira. Procure nunca extrapolar os problemas para o lado pessoal, muito menos com ofensas à outra pessoa. Entenda também que quando um colega discorda de você, não é necessariamente por “implicância”, mas sim porque ele quer que o trabalho saia da melhor maneira possível.

Escolha pelo que vale a pena discutir

Expor suas ideias no ambiente de trabalho e discutir questões estratégias e operacionais durante a realização das suas funções é necessário e benéfico para a empresa. Porém, os escritórios não precisam se transformar em uma guerra constante por qualquer coisa. Escolha com inteligência pelo que vale a pena entrar numa discussão e evite a fadiga em questões menores e sem importância.

Converse com o seu gestor

Se aconteceu uma situação desconfortável no ambiente de trabalho que te deixou incomodado, não guarde apenas para você. Converse com o seu gestor e explique por que se ofendeu com a atitude de algum colega. Não pense que você está “entregando” alguém ou prejudicando aquela pessoa, mas sim pedindo ajuda para resolver um problema que está atrapalhando o seu trabalho.

Nós sabemos que o dia a dia no ambiente de trabalho não é algo muito simples. Por isso, até separamos algumas dicas do nosso blog para te ajudar a lidar com as mais diversas situações que poderá enfrentar. Confira!

Como se manter relaxado no ambiente de trabalho

Como se enturmar rápido em um novo ambiente de trabalho

Capacite-se na Microlins!

A Microlins ajuda você a se tornar um profissional completo e pronto para atuar no mercado. Conheça os cursos da Microlins e inicie agora sua jornada rumo ao sucesso. Não perca tempo. Estamos esperando por você!

COMENTÁRIOS

ESCOLAS

Procure a Escola Microlins mais perto de você!
©Microlins Todos os direitos reservados.
Avenida Bady Bassit, 4960 São José do Rio Preto - SP   |   (17) 3214-8699
Move Edu
Move Edu